Contratos e due diligence

Cada investimento, além dos aspectos técnicos e financeiros, exige uma análise criteriosa dos aspectos jurídicos. Os contratos são muitas vezes subestimados, pois às vezes são elaborados às pressas ou sem incluir importantes elementos de proteção e clareza em caso de problemas. Um bom contrato é um documento que protege contra mal-entendidos e esclarece as responsabilidades entre as partes mesmo quando estas, devido a acontecimentos imprevisíveis, estejam em total desacordo.

Para minimizar surpresas, quando um cliente está perto de uma negociação, a due diligence é uma ferramenta muito útil, ou seja, o aprofundamento de dados e informações relativos ao objeto da negociação. Este documento é utilizado para avaliar a conveniência de um negócio e para identificar os riscos e problemas relacionados, tanto para negociar os termos e condições do contrato, quanto para preparar os instrumentos adequados de garantia, indenização ou compensação.

Contratos

Somos especializados na criação e revisão de contratos para negociações comerciais. A nossa consultoria oferece o auxílio de profissionais especializados no setor e estabelece um diálogo direto com os profissionais locais, de acordo com o país de escolha da competência jurídica.

Para além da forma imposta pelo legislador do país em questão, deve-se notar que nos países de common law existe uma tendência para a elaboração de contratos muito mais detalhados do que nos países de direito continental, pois ao contrário destes últimos não existem códigos que os integrem. disposições, para que o contrato seja o mais completo e autossuficiente possível.

Também cuidamos de verificar a exata coincidência dos conceitos expressos com a real vontade e os propósitos estabelecidos pelas partes, a conformidade do texto em sua totalidade com a lei, a clareza e a singularidade do sentido das frases, o ordenado e exibição consequencial dos artigos (cada um deve esgotar um tópico e então passar para o próximo logicamente).

Os nossos serviços:

  • Elaboração de esboço de contratos
  • Revisão e tradução de contratos
  • Cartas de Intenção / Manifestação de Interesse (LOI)
  • Criação e / ou revisão de anexos
  • Diálogo com advogados locais
  • Análise de propostas contratuais
  • Negociações entre as partes
  • Intermediação contratual

Due diligence

A due diligence pode ser articulada no curso de diferentes fases da negociação, podendo ocorrer antes, durante ou após a conclusão do negócio.

  • A pré-contratual é focada nos detalhes salientes da negociação; geralmente é realizado pelo comprador potencial e é realizado em conjunto e com a colaboração do vendedor. Seus resultados afetam direta e significativamente a escolha de concluir o negócio e suas condições (incluindo cláusulas de garantia);
  • A pós-estipulação e pré-closing são realizadas quando já existe uma obrigação contratual que vincule as partes, ainda que não definitiva; neste caso, a atividade de investigação visa verificar os dados adquiridos e orientar as negociações posteriores;
  • A pós-closing, realizada após a celebração do contrato, visa permitir ao comprador um conhecimento mais aprofundado do bem adquirido e verificar a conformidade dos dados ou fatos com o que é garantido pelo vendedor. Normalmente, as informações e os dados que o potencial comprador pede ao vendedor para consultar são listados.

A due diligência pode incluir atividades da seguinte natureza:

  • legais: verificação de documentação, como escritura de origem, levantamentos cadastrais, exame de transcrições prejudiciais, como hipotecas voluntárias e judiciais, contratos (por exemplo, arrendamentos);
  • técnicas: cumprimento do estado de coisas com o plano depositado (abusos, anistias, anistias), consistência da qualidade e estado da edificação, avaliação dos custos e prazos necessários à adaptação do imóvel (reparações, renovações, mudança de uso ou requalificação). Esta análise inclui aspectos ambientais, engenharia da planta e a estrutura do edifício;
  • econômicas: avaliação do imóvel quanto ao uso atual e potencial, quanto à área onde está inserido e a tendência do mercado de referência (residencial, comercial, comercial ou industrial);
  • financeiras: possibilidade de recuperação de crédito em termos de tempo necessário para a conclusão do procedimento, quantidade e custos a serem antecipados.
TOP